ACUPUNTURA NA GESTAÇÃO E INDUÇÃO AO PARTO

ACUPUNTURA NA GESTAÇÃO E INDUÇÃO AO PARTO

Minha linda cliente @thamassoto com a princesa Nina no acompanhamento da gestação com MTC.

📍Benefícios da acupuntura para a mamãe

Existem inúmeros estudos sobre acupuntura durante a gravidez (independentemente do mês da gestação).
A acupuntura pode ajudar com os sintomas de enjoos, salivação excessiva, edema, ameaça de aborto, peso abaixo do ideal do feto, ansiedade, medo do parto, tensão muscular, melhorando a circulação útero-placenta sem afetar o feto. Ela também pode harmonizar e melhorar a relação mãe-feto.
Durante o parto, acelera a saída do bebê e regulariza o tempo das contrações uterinas.
No pós-parto, ela promove a expulsão da placenta e estimula a produção de leite materno.

📍Cuidados na gravidez

Na gestante, não se pode usar eletroacupuntura em nenhum período. Utiliza-se acupuntura e auriculoterapia em qualquer período da gestação para alívio dos incômodos que surgem na gestação (enjoo, náusea, edema e etc).

📍O bebê nasce tranquilo

O bebê nasce tranquilo e tem noites igualmente tranquilas. Há relatos de redução de cólicas nos bebês.

📍Pode ser feita em qualquer período da gestação

Acupuntura pode ser utilizada em qualquer período da gravidez, tendo só a preocupação de ser um acupunturista experiente. Tendo o conhecimento dos pontos que não devem ser utilizados, a acupuntura pode ser utilizada no início da gravidez para o tratamento dos enjoos, náuseas e vômitos do primeiro trimestre. Após este período, a acupuntura pode ser utilizada para o inchaço, muito comum nas grávidas.

📍Cuidados necessários

Não há relato de complicações durante ou após o parto associadas ao uso de acupuntura, no entanto, é recomendado utilizar a acupuntura com cuidado, fazer estimulações suaves e selecionar o menor número de pontos de acordo com a queixa da gestante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *