ACUPUNTURA X ASMA / BRONQUITE

 

asma e bronquite

 

 

ADULTOS E CRIANÇAS a acupuntura é uma técnica aliada ao tratamento da medicina ocidental!

Tosse crônica com dificuldade de respirar, está síndrome está relacionada a processo alérgico!

As emoções têm uma participação significativa na perda do nosso equilíbrio interno. 

A medicina chinesa considera sumamente importante mantermos nosso psiquismo equilibrado, pois cada emoção tem uma espécie de ressonância com determinado órgão de nosso corpo, abertura somática e tecido orgânico, favorecendo ou desequilibrando a sua fisiologia. 

Os pulmões são lesados pela tristeza, pessimismo, lamentação, nostalgia, dificuldade em romper com laços que no presente não se fazem mais necessários ou positivos. 

O Baço é prejudicado pela preocupação, ansiedade, pensamentos fixos e cíclicos. 

O fígado sofre com o sentimentos de raiva, frustração, timidez. 

Os rins são afetados pelo medo, insegurança e indecisão. 

É interessante observarmos que os sentimentos descritos acima são especialmente sentidos na infância, no início do período escolar e também durante a adolescência. 

Nesses primeiros anos as mudanças físicas e psicológicas ocorrem em intervalos relativamente curtos fazendo com que seja mais difícil alcançar uma condição de estabilidade psíquica.

Diversos estudos publicados investigaram os mecanismos possíveis do alívio da asma pela acupuntura, e encontraram que a acupuntura:

* Tem efeitos na imunidade celular de pacientes com asma alérgica, com a alteração nos níveis de imunoglobulinas, eosinófilos, linfócitos T e citocinas (Yang 2013, Joos 2000)

* Reduz células inflamatórias imuno-mediadas, principalmente em relação ao balanço das células T helper 1 e 2, e suas citocinas associadas (Jeong 2002).

* Reduz inflamação das vias aéreas em geral, por promover a liberação de fatores vasculares e imunomoduladores (Kavoussi 2007, Zijlstra 2003).

* Regula a expressão de proteínas surfactantes, que ajudam a diminuir a resistência das vias aéreas, e que também modulam a resposta imune (Yan 2010)

* Inibe mudanças estruturais nas vias aéreas, reduzindo então a sua resistência, provavelmente pela inibição da proteína de canal relacionada ao cálcio na musculatura lisa das células das vias aéreas (Wang 2012)

* Regula a expressão de genes e proteínas que controlam a resposta inflamatória das vias aéreas (Mo 2012, Xu 2012, Yin 2009)

* Age nas áreas cerebrais que são responsáveis por diminuir a sensibilidade a dor e stress, assim como promover relaxamento e desativar a área “analítica” cerebral, responsável por sintomas de ansiedade (Hui 2010)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *