ACUPUNTURA X EPILEPSIA

26 de março!
O “Dia Roxo”, Purple Day, é um esforço internacional dedicado a aumentar a consciência sobre a epilepsia em todo o mundo.
ACUPUNTURA X EPILEPSIA
A epilepsia do ponto de vista ocidental é uma condição que tem em comum a presença de crises epilépticas ou convulsivas recorrentes na ausência de condição tóxico-metabólica ou febril. A crise epiléptica é causada por descargas elétricas cerebrais anormais excessivas e transitórias da células nervosas. O sintoma da crise depende da área cerebral envolvida. A crise tem inicio súbito e cessa espontaneamente ou quando muito prolongada com uso de medicação
A epilepsia é chamada pela MTC de DIAN XIAN, que significa: “vento interno”. Vento simboliza perturbação, e refere-se grosseiramente ao desequilíbrio do elemento madeira. Existem os ventos internos, que podem ter origem no nascimento ou serem adquiridos ao longo da vida através de algum traumatismo ou tumor. Existem também os chamados ventos externos, que hoje são relacionados pelas técnicas ocidentais a vírus, bactérias e outros micro-organismos presentes no ar.
À princípio existem três categorias de epilepsia, de acordo com a MTC: Congênita; Mucosidade e Estase de sangue. Na prática, entretanto, a diferenciação dos tipos é muito difícil, podendo ainda, haver associação destes.
Epilepsia Congênita: ocorre antes do nascimento por choque intra-uterino ou por insuficiência de Yin ancestral.
Mucosidade: Obstrui e bloueia os orifícios sensoriais, eliminando as vias de circulação do Qi.
Estase de sangue: Sofrimento durante o parto que leva à lesão do encéfalo. Esses fatores ocasionam uma estase de sangue no encéfalo que pode afetar o espírito (Shen) ou a mente (Zhi).
Dentre os fatores agravantes estão a deficiência do Qi do baço que leva ao acúmulo de mucosidade; deficiência do Yin do Fígado e Rim que surgem como consequência de doenças crônicas.
Para o tratamento da epilepsia é preciso que o vento cesse. É necessário então, reforçar o Yin do Fígado e dos Rim, bem como tonificar o Baço.
Apesar de não possuir ainda uma evidência clínica consistente publicada na literatura médica especializada, acredita-se que a abordagem integrativa usando os conceitos tradicionais chineses pode contribuir no bem estar e melhora da qualidade de vida das pessoas com epilepsia.
#acupunturariodasostras #medicinatradicionalchinesa #centrodeacupunturariodasostras #epilesia
epilepsia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *