ACUPUNTURA X GESTANTES

GESTANTE

 

A gravidez é um momento único e muito especial na vida da mulher, mas junto com ela alguns sintomas podem provocar desconfortos, tanto físicos quanto emocionais.
A acupuntura ajuda a amenizar as dores e o inchaços nas pernas e, também, o incômodo nas costas, que ocorrem tanto durante a gestação, devido ao excesso de peso da barriga, quanto após o parto, quando ocorre uma nova mudança, dessa vez mais abrupta em relação ao peso, e a coluna sente,  sem contar o peso do bebê e, algumas vezes, a má postura na hora de amamentar.
Doenças que necessitariam de antibióticos, como inflamações na garganta também podem ser tratadas com as agulhas.
A técnica auxilia no combate as náuseas e vômitos, típicos do início da gestação, e ajuda a encaixar o bebê para o parto normal.
Melhora da circulação: a acupuntura promove a melhora da circulação e a diminuição dos tão incômodos inchaços nos membros inferiores;
Estresse, depressão e ansiedade são sintomas possíveis que a acupuntura ajuda a aliviar;
Dores: a acupuntura afasta as mais diversas dores sentidas pelas mulheres gravidas, como na lombar;
Pele mais bonita: benefícios estéticos também são conquistados. A técnica deixa a pele mais bonita e acentua os efeitos de tratamentos estéticos.
Redução dos riscos de aborto: gestantes que apresentam gravidez de risco podem encontrar na acupuntura uma maneira de reduzir as chances de aborto;
“É possível estimular ou diminuir as contrações uterinas que, por sua vez,vão acertar a posição do bebê para o parto”.
Os problemas emocionais, como a ansiedade ou a depressão, também podem ser atenuados pela acupuntura.
Alguns profissionais utilizam a acupuntura até para posicionar o bebê para o parto, quando ele está “sentado na barriga” da mãe. Durante o nascimento, a técnica não substitui a anestesia, mas sua aplicação pode diminuir a quantidade de analgésico que a gestante necessita para não sentir dor.
Após a concepção todo o sistema energético tem como prioridade nutrir o feto, pode se dizer que durante a gravidez o sangue é transformado em essência que nutre o corpo e o feto. Vale lembrar que aqui novamente o Sangue assim como o Rim, é considerado como pura energia na MTC, portanto se este está pleno e fortalecido durante a concepção (ai a importância da acupuntura antes), a gestação, parto e pós parto ocorrerão sem grandes complicações.
No pós parto, a atuação da Acupuntura também é de grande importância já que neste período todo o sistema energético está se restabelecendo de todo o período gestacional e parto, mas ao mesmo tempo tem que alimentar este bebê produzindo então o leite.
Neste período a mulher está no auge de sua fragilidade, é um momento por vezes esquecido durante toda a gestação mas que requer uma atuação de toda equipe no cuidado com a mulher. Aqui encontramos problemas comuns como:
Secreção Insuficiente de leite; Mastite; Depressão Pós Parto; Dor Abdominal; Medos; Dificuldades Urinárias; Constipação; Dores Articulares.
A técnica milenar é indicada durante os nove meses de gestação, é uma terapia que não afeta o bebê, mas há pontos proibidos, que podem provocar contração uterina e antecipar o parto. A eletroacupuntura, em que são usados aparelhos elétricos para potencializar o efeito do procedimento, também está vetada na gravidez.
#acupuntura #medicinatradicionalchinesa #centrodeacupunturariodasostras #riodasostras #gestantes #gestação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *